Como deve ser confeccionado um Sling de Argola?

O sling é feito para se carregar a maior preciosidade do mundo: um bebê!  
Você não carrega um bebê de qualquer jeito, por isso você não pode colocá-lo em qualquer carregador.

Como deve ser um Sling de Argola SEGURO e bem confeccionado?

Tecido



Se o Sling de argola for feito com um tecido estampado normal, ao montá-lo, passando pelas argolas, a parte do avesso ficará para o lado externo e seu Sling não ficará bonito




Acreditem! Antes de fazer e vender Slings, eu comprei um Sling de argola assim! (Pelo menos as argolas eram corretas...)

Já com os tecidos lisos não há esse problema pois eles não possuem lado avesso.



Costura: 




Tamanho: 

Um sling de argola geralmente é tamanho único. Pessoas com medidas ombro-anca diferentes podem usar o mesmo Sling, pois ele é ajustável à medida de cada um. 

Argolas

Muitos "Slings de Argola" são comercializados com argolas impróprias.
Veja alguns tipos que encontramos à venda por aí:
- Argolas de madeira;
- Argolas para cortina;
- Argolas de cortina de Box (Isso mesmo! Acreditem!);
- Argolas de acrílico;
- Argolas achatadas; 
- Argolas com emendas grosseiras
- Argolas ocas, 
TODAS estas SÃO PROIBIDAS para sling!

Preste muita atenção ao comprar o seu Sling de argola! 
Existem lojas conhecidas e famosas que comercializam slings com argolas IMPRÓPRIAS! 

Por isso, leia este post e aprenda quais são as argolas permitidas para não colocar em risco a vida do seu bebezinho. 
As argolas usadas para fazer slings são próprias para slings, não são adaptações, improvisos, ou aproveitamentos de restos de materiais. 


Argolas Impróprias para Sling:



ATENÇÃO COMERCIANTE!  

Não trabalhe com produtos de má qualidade, que não ofereçam segurança para os bebês. Quando você vende em sua loja um Sling com argola imprópria, você coloca em risco a vida deles.

LUCRE SEM MORTE!!!



ATENÇÃO CLIENTE! 

Não compre produtos mal feitos ou imitações de slings.  Seu bebê é muito precioso para ser colocado em risco com um produto sem qualidade.  Sempre verifique se o produto é realmente seguro.
Não economize quando se tratar da segurança da sua criança.

O Sling de Argola seguro, confeccionado com materiais próprios não é "baratinho".


A Let' Sling confecciona Slings com argola de Nylon Injetado, importada dos Estados Unidos, que possuem certificado do CPSC (Semelhante ao INMETRO no Brasil). Elas foram submetidas a testes pelo FORBRUGER LABORATORIET APS (CONSUMER LABORATORY), Laboratoire Pourquery Lyon, em Lyon, França.

Testes realizados:
- Impacto;
- Tração;
- Alvejante, enxague e secagem (ciclo completo na máquina de lavar roupa);
- Congelamento, seguido de impacto;
- Aquecimento, seguido de tração.

O teste de tração das argolas foi realizado com 100Kg (250 libras).



Tipos de Carregadores de Bebês

Canguru:



Para quem carrega:
O apoio em ambos os ombros, no início pode parecer bom, mas um tempo depois pode causar dores na coluna (lombar), pois o centro de gravidade é alterado, e a pessoa precisa compensar isso mudando a sua postura.

Para o bebê:
O bebê não fica em uma posição anatômica (normal).



O "canguru" comprime a região inguinal (virilha) desfavorecendo o retorno do sangue e pode "adormecer" as perninhas do seu bebê.
Como elas ficam sem apoio e “penduradas” para fora do canguru, a lombar é compensada para trás, desviando o eixo do bebê do que seria uma posição confortável.


O balanço oferecido pelo carregador (pai ou mãe) ao caminhar não contribui em nada para o bem estar da criança uma vez que, a cada passo, há o deslocamento do peso na vertical fazendo a região inguinal do bebê se comprimir contra o Canguru.

Em bebês meninos, há a compressão dos órgãos genitais, podendo ocasionar problemas no futuro.

Diferença da posição das pernas quando colocado no "canguru" e no Sling.



Conclusão: Ruim para a mãe/pai, ruim para o bebê.



Bebê Conforto
Príncipe William na "sofrência", 
carregando sua filha 
num bebê conforto.
Compre um Sling, Principe!

Sim! Infelizmente algumas pessoas usam o Bebê Conforto (que deveria
 ser utilizado somente em automóveis) como carregador.
É só fazer um pequeno passeio ao shopping que você pode conferir.

Ao carregar a criança no Bebê Conforto os pais ganham 3 ou 4 quilos extras para sustentar. 
Há a compensação do peso em apenas um dos braços, fazendo com que a coluna vertebral de quem está carregando se lateralize para sustentar o peso. Na posição horizontal, o movimento do balanço ao caminhar não é favorável ao sistema digestório da criança, aumentando a chance de refluxo. A distância, a falta de contato visual e do toque são outros fatores negativos ao uso do Bebê Conforto como carregador de bebê.

Conclusão: Ruim para a mãe/pai, ruim para o bebê.



Sling:

Para o bebê, a posição no sling é extremamente aconchegante e favorável anatomicamente, seja o de argola, o pouch ou o wrap (os mais conhecidos), suas perninhas ficam apoiadas, a coluna na posição neutra e o toque direto com o corpo da mãe são algumas das vantagens do uso deste carregador.
O movimento do balanço ao caminhar acalma a criança uma vez que todo o seu corpo está apoiado e confortável. 
Para a mãe as vantagens são as mesmas, deve-se observar apenas o uso do sling de argola e do pouch para que não sobrecarregue apenas um ombro. Uma dica é alternar o uso em um ombro de cada vez.
O uso do wrap sling tem sua vantagem em relação a isso, com o peso distribuído igualmente a mãe não compensa sua coluna.

Conclusão: Bom para a mãe, Bom pra você, excelente para seu bebê.

Saiba tudo sobre Slings!

O QUE É UM SLING?


O SLING é um carregador de tecido, não estruturado (sem forma) e ergonômico, que permite transportar o bebê junto ao seu corpo durante passeios e tarefas rotineiras, um hábito muito antigo dos povos da Ásia e da África e que tem muitos adeptos na Europa e na América do Norte.

O SLING é prático, pois facilita a sua locomoção. Você pode subir e descer escadas, caminhar por calçadas e terrenos irregulares, ruas estreitas, entrar em lugares apertados, sem bater em ninguém com o carrinho, fazer compras no supermercado... tudo isso com as suas MÃOS LIVRES!
É a maneira mais fácil e natural de integrar seu bebê à sua rotina, pois com o SLING você faz praticamente tudo!

Além do aspecto prático, pois cabe na bolsa (ao contrário dos outros carregadores), o SLING também possui outras vantagens, como o fortalecimento do vínculo entre mãe e filho, permitir a amamentação, e a criação de bebês mais relaxados e tranquilos.

Estudos realizados comprovaram que o uso do Sling  ajuda na redução de cólicas, melhora o sono do bebê, e ajudam a serem bebês mais seguros.
O Sling promove a "Gestação Extra Corpórea": O bebê fica tão aconchegado, junto com a mãe, que faz com que ele se lembre de como era gostoso quando estava dentro da barriga!

Eu e minha Princesa!
A palavra "Sling" no inglês, quer dizer "Tipóia". Existem, basicamente, 5 tipos diferentes: POUCH SLING, RING SLING, WRAP SLING, MEI TAI e PODEGI.

O melhor Baby Sling não existe. Cada carregador tem as suas vantagens ou características específicas, que o torna um modelo mais indicado para uma determinada situação.

Um Sling de Argola (Ring Sling) ou o Pouch Sling (são bem rápidos para vestir e tirar), mas são menos ergonômicos para quem carrega (devido ao apoio unilateral no ombro - principalmente quando o seu bebê estiver maior), e portanto, desconfortáveis para deslocamentos longos. Estes modelos são ótimos para usar em saídas rápidas: ir ao banco, à praia, ...  Já o Wrap Sling e o Mei Tai são muito confortáveis (apoio bilateral nos ombros) para deslocamentos longos, mas gasta-se um pouquinho mais de tempo para vestir.

Em Fevereiro de 2010 a imprensa noticiou sobre um bebê que morreu asfixiado nos Estados Unidos quando estava num "sling"... Pois é... Ele não estava num SLING. Estava num Baby Bag (que é o carregador igual ao da Claudia Leitte)! Depois deste episódio, os carregadores tipo Baby Bag foram submetidos a recall.

Não tenha medo de usar o VERDADEIRO SLING!! Ele é seguro, lindo, prático, confortável e MUITO conveniente! 


TIPOS DE BABY SLINGS:

* POUCH SLING


A palavra Pouch vem do inglês e sua tradução literal é "bolsa" (tipo a do Canguru).
É basicamente um longo anel de tecido, que dobrado ao meio, cria uma espécie de bolsa para o bebê (semelhante à uma rede de dormir). Se usa sobre um ombro e o lado oposto da bacia. Pode ser fabricado com tecidos levemente elásticos.
São de uso muito simples e fácil, pois é possível vesti-lo rapidamente!
O bebê pode ser amamentado quando está no Pouch Sling.
É muito versátil, já que pode ser usado com bebês de todos os tamanhos e também pode ser utilizados de diversas maneiras: na frente, de lado e atrás e com variações na posição do bebê: deitado ou na vertical.

* RING SLING (Sling de Argola)
Um longo pedaço de tecido que passa sobre o ombro e o lado oposto da bacia e se ajusta entre 2 argolas. A possibilidade de ajustar o tamanho permite que pessoas de diferente porte possam utilizá-lo.
Se ajustam facilmente. As posições de uso são as mesmas que no Pouch: de frente, lado e atrás e as mesmas variações na posição do bebê.

MUITO CUIDADO AO COMPRAR UM RING SLING
:

Muita gente fabrica o Sling de Argola, mas não utiliza o tipo de argola correta.

Há somente 2 tipos de argola que se pode usar em Sling: as de alumínio, sem soldas, emendas ou aberturas) ou a de Nylon injetado (utilizado na indústria de segurança, equipamentos de rapel e alpinismo).

As argolas de Nylon injetado são leves, resistentes, atóxicas, duráveis, laváveis, podem ser encontradas em diversas cores, porém são bem mais caras. Existem algumas no mercado com mal acabamento, é muito importante certifica-se da qualidade e segurança dessas argolas, pois é muito fácil de confundir com o plástico. É bom ficar atento com a procedência, se tiver dúvida exija o laudo!

Veja imagens de argolas não indicadas para Slings: 
Sling de Argola SEGURO

Argolas que NÃO PODEM/NÃO DEVEM ser usadas em Slings:

ACRÍLICO: material termoplástico rígido, transparentes, extremamente frágeis e quebráveis.
MADEIRA: Encontradas em lojas de cortinas são frágeis e perigosas, pois a madeira acumula bactérias.
FERRO: São resistentes e bonitas, mas por terem solda você nunca vai saber quando ela vai romper; além do mais, são cromadas - produto altamente tóxico! A ferrugem pode manchar as roupas. Uma dica para saber se a argola é feita de ferro é aproximá-la de um ímã. Se o ímã for atraído, é de ferro!
AÇO INOX COM EMENDAS: resistentes, pesadas e de preço mais acessível. Como são soldadas acontece o mesmo problema que as de ferro. É preciso observar se as emendas são discretas, pois emendas muito grosseiras podem danificar o tecido do sling durante o ajuste e durante os movimentos naturais do uso, na parte em que estão fixas. Este dano pode oferecer riscos.
AÇO INOX SEM EMENDAS ACHATADAS: Bonitas e resistentes, porém elas travam o sling com mais propriedade que as argolas cilíndricas. Travam até demais, dificultando o ajuste durante o uso. As argolas achatadas funcionam como fivelas.
ZAMAC: Essas argolas são encontradas em lojas de ferragens para fivelas, acessórios para bolsas, cintos etc. São totalmente impróprias, pois não são resistentes, amassam com facilidade, escurecem e travam o tecido.

* WRAP SLING
A palavra Wrap, no inglês, quer dizer embrulho. O Wrap Sling é um pedaço de tecido bem comprido, entre 3 e 5 metros, que é amarrado ao redor do corpo da pessoa que carrega o bebê. Existem várias maneiras de utilizar o mesmo. A amarração se distribui sobre os dois ombros, formando um bolso para o bebê, parecido com o de uma Mamãe Canguru.

É muito confortável e suporta bebês de todos os tamanhos. Pode ser usado com recém-nascidos até os dois anos ou mais (ou até 22 kg).

O Wrap Sling  é o  campeão no quesito versatilidade, pois possui amarrações diversas, fazendo com que você carregue o bebê na frente, de lado ou nas costas. O bebê pode ser colocado e retirado facilmente.
O Wrap Sling permite a amamentação com bastante privacidade.


O Uso do Wrap se baseia do mesmo princípio do Projeto Mãe Canguru, realizado em várias Maternidades do Brasil com bebês prematuros, pois permite o contato direto com a pele mamãe/bebê e se é adaptado perfeitamente ao corpo, sem exercer pressão. O contato direto do bebê com a mãe estimula seu desenvolvimento.




* MEI TAI
É um carregador muito comum na Ásia, e é a forma mais simples do carregador de dois ombros: é basicamente um retângulo de tecido, com tiras compridas em cada ponta. As duas tiras de baixo são amarradas na cintura da pessoa que está carregando o bebê, e as duas de cima passam por cima dos ombros, que podem ser cruzadas nas costas ou não, e depois, amarradas embaixo do bumbum do bebê ou com as tiras de baixo. Pode ser usado na frente, na anca ou nas costas.


* PODEGI

É o tradicional carregador de bebê coreano, semelhante a um lençol, que possui tiras bem longas, as quais são amarradas em volta do corpo (peito, cintura ou quadril) de quem carrega. Ele pode ser usado a partir o 4º mês de vida do bebê em diante. Pode ser usado na frente ou nas costas.

Slings são FASHION até na ficção!


Usar SLING é tão bom que até os personagens da ficção já adotaram este acessório maravilhoso!
Veja as fotos: Barbie, Homer Simpson, Kim Possible, Playmobil e Shrek "slingando" por aí!





Celebridades também usam Slings